Sistemas software integrados

Precursora da “lógica BIM” já nos anos 90, a CSG com o desenvolvimento e as atualizações de LegoCad acompanhou os tempos garantindo produtividade e controle das atividades dos departamentos técnicos e comerciais dos seus clientes. Juntamente com o P2000, representa um sistema totalmente integrado que engloba todos as atividades dos setores de uma empresa de pré-fabricados avançada.

Dos desenhos de oferta ao cliente com a gestão automática do orçamento e com uma forte praticidade na gestão das variantes do projeto, até a confirmação do pedido com o desenho automático de todas as folhas de detalhamento das peças a serem produzidos (forma e ferragens). Execução dos desenhos com os esquemas de montagem e todos os listados dos acessorios, materiais e armação (passiva e protendida). O módulo de Cálculo verifica o pré-dimensionamento, com a análise das cargas, a esquematização do pórtico tridimensional e os esforços ao pé nos pilares.

A tecnologia BIM com a base de dados do projeto é totalmente integrada a P2000 (ferramenta ERP) para análise de custos, gerenciamento de orçamentos e pedidos serviço, planejamento da produção de médio e longo prazo, controle da produção  com etiquetas com código de barras , gerenciamento dos orçamentos, do estoque, transporte e montagem.

A pré-fabricação é uma atividade voltada para a industrialização, mas há anos tem sido cada vez mais complexa para atender às necessidades do mercado com projetos cada vez mais diferenciados e complexos; Portanto, é necessário desenvolver dentro do sistema: uma parametrização completa dos elementos produzidos, todas as diretrizes da empresa fabricante com os critérios de projeto que levam em conta as questões de produção e os equipamentos disponíveis  (formas, pontes rolantes, etc.). transporte, guindastes e equipamento de montagem e sistemas de fixação); esses critérios serão fundamentais para uma execução rápida e econômica dos projetos.

o BIM também na Pré-fabricação

O pedido para executar projetos de forma BIM está crescendo consideravelmente, ou seja, criar um modelo IFC que contenha e permita o compartilhamento de todas as informações necessárias para sua utilização por parte de: Arquitetos, Engenheiros Estruturistas, Engenheiros de impiantos, Certificadores de Energia, Estimadores etc.
Também deve ser lembrado que a Legislação e a prática nos vários países estão avançando rapidamente nessa direção, e que é necessário conhecer o BIM se quiser continuar com os tempos e ser competitivo.
No resto do mundo, o uso do método BIM já é uma prática comum nos EUA, no Canadá, na Austrália, na Europa, nos Emiratos Árabes Unidos e nos Países Asiáticos.
Apesar das falhas no tempo não tão distante de sistemas BIM adaptados ao projeto de estruturas pré-fabricadas, existem ferramentas tecnológicas atualmente em uso em Empresas de Pré-fabricados com garantias de uso que podem levar a benefícios significativos.
As vantagens deste método de trabalho são práticos (compartilhamento de informações, menos redesenhos e maior controle), econômico (controle de custos, alta produtividade com prazos curtos de execução do desenhos), logístico-construtivo (redução de intervenções nos locais, simulação de custos de manutenção e aquisição, análise de interferências entre estruturas/acessorios/ferragens e problemas construtivos).